carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Resultado de megaleilão de energia traz incerteza para indústria

O diretor do Departamento de Infra-estrutura da Federação da Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp), Saturnino Sérgio da Silva, disse que o resultado do megaleilão de energia, realizado ontem, levanta dúvidas e incertezas para a indústria que ainda precisam ser melhor discutidas e esclarecidas. Segundo ele, a venda de energia por preços inferiores aos esperados pelas geradoras pode se refletir em redução das tarifas de energia elétrica, o que seria benéfico para os custos da empresas.A dúvida que fica, segundo Silva, é de que isso não leve a uma redução dos investimentos, o que poderá gerar um colapso futuro do fornecimento. "É um resultado positivo, desde que não seja uma armadilha", ponderou o empresário, citando as primeiras reações das empresas sobre queda do investimento do setor privado, que pode levar a uma crise, a partir de 2008.Silva lembrou que o governo Lula vem reiterando que não haverá problema de fornecimento, desde que as obras previstas se realizem dentro do cronograma. Nesse sentido, ele citou uma declaração do secretário de Energia do Estado de São Paulo, Mauro Arce, sobre a situação da Cesp. A empresa, que tem dívidas altas, vendeu energia a um preço "apertado", o que dificultará tanto o pagamento das dívidas, quanto a realização de novos investimentos."Já vimos esse filme antes", acrescentou o diretor da Fiesp, explicando que, nos próximos dias, a entidade vai discutir o assunto para entender melhor as conseqüências do leilão.

Agencia Estado,

08 de dezembro de 2004 | 12h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.