Resultado do setor externo surpreende positivamente o BC

Paralisação da Receita, contudo, pode ter impedido o fluxo de importações, o que pode reverter os números  

Eduardo Cucolo e Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

23 de agosto de 2012 | 12h01

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Túlio Maciel, anunciou nesta quinta-feira que o desempenho das contas externas brasileiras em julho foi beneficiado positivamente pela balança comercial. "Tínhamos uma projeção de déficit de US$ 4,5 bilhões em julho, mas as importações tiveram desempenho inferior ao que estávamos projetando", disse. Conforme o BC, o déficit em conta corrente somou US$ 3,766 bilhões em julho.

Maciel fez a ressalva de que paralisações de funcionários da Receita Federal podem ter prejudicado o fluxo de entrada de importações no Brasil, o que pode ter influenciado os números. "Por isso, podemos ter alguma coisa represada (nas importações), o que pode reverter esses números", afirmou. Além das importações mais fracas, Maciel comentou que serviços e rendas "evoluíram dentro do esperado".

Ele disse também que o ingresso de Investimento Estrangeiro Direto (IED) em julho "surpreendeu" positivamente e que as estimativas para o ano devem ser revisadas para cima. "As nossas projeções são revisadas trimestralmente, mas já temos quase US$ 40 bilhões e esperamos US$ 50 bilhões no ano. Portanto, há um viés claramente para cima", disse.

Maciel ressaltou que a entrada de IED segue maior que o déficit em transações correntes, o que é "uma situação confortável" e "dá certa margem" para as contas externas. "Que seguem sendo financiadas integralmente pelo investimento de melhor qualidade, o IED", ressaltou. "O país é um receptor de investimentos estrangeiros e isso tem apresentado um desempenho muito positivo. Isso, sem dúvida, evidencia o diferencial do ambiente econômico brasileiro ao longo dos anos. O investidor estrangeiro confia na economia do País", disse.

Segundo Maciel, o BC projeta déficit em transações correntes de US$ 2,1 bilhões em agosto. Para o IED a estimativa é de US$ 4 bilhões. Até o dia 21 do mês corrente, entraram no País US$ 2,3 bilhões em IED.

Tudo o que sabemos sobre:
Setor externoBCMaciel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.