Resultados fortes puxam índices europeus para máxima de 2 semanas

Os mercados acionários europeus fecharam com a maior alta em duas semanas nesta quarta-feira, impulsionados por uma sequência de ganhos corporativos melhores do que o esperado nos dois lados do Atlântico, que ajudaram a elevar o apetite por risco dos investidores para a sua máxima em quase quatro meses.

Reuters

20 de julho de 2012 | 13h31

Segundo dados preliminares, o índice das principais ações europeias FTSEurofirst fechou com alta de 1,06 por cento, a 1.052 pontos.

"No geral, não será uma sessão pobre em termos de ganhos", afirmou o estrategista de "equities" da Natixis, Benoit Peloille, acrescentando que seus clientes estão mais otimistas.

A volatilidade implícita no indicador Euro STOXX 50, conhecida como VSTOXX, uma medida bruta de aversão ao risco, caiu para seu menor nível desde abril.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou com alta de 1,01 por cento, a 5.685 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX ganhou 1,62 por cento, para 6.684 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 teve alta de 1,84 por cento, a 3.235 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib subiu 0,43 por cento, para 13.594 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 ganhou 0,50 por cento, a 6.591 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 subiu 0,21 por cento, para 4.860 pontos.

(Reportagem de Toni Vorobyova)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.