Retomada econômica não altera previsão para PIB

Os indicadores de retomada da atividade econômica ainda não sensibilizaram as projeções do mercado em relação ao comportamento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2004 e 2005. De acordo com pesquisa elaborada pelo Banco Central, e divulgada hoje, as instituições financeiras e empresas consultadas acreditam que a economia brasileira crescerá este ano 3,52%, e 3,50% em 2005.A projeção feita para 2004 é levemente superior à registrada no levantamento anterior, quando as instituições acreditavam que o PIB cresceria 3,50%. Para 2005, a estimativa apresentada neste levantamento é a mesma verificada na pesquisa passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.