Retração do PIB dos EUA se aprofunda no 3o trimestre

A economia norte-americana encolheu mais severamente que o estimado durante o terceiro trimestre, à medida que consumidores cortaram gastos no maior ritmo em 28 anos. Os dados, divulgados pelo Departamento de Comércio nesta terça-feira, ressaltaram a velocidade com que a economia está desacelerando. Os lucros corporativos caíram pelo segundo trimestre seguido, e os investimentos empresariais se retraíram, informou o departamento, após ter revisado a taxa anual de declínio do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre para 0,5 por cento, ante 0,3 por cento informado há um mês. Esta é a queda mais brusca do PIB desde o terceiro trimestre de 2001, quando aconteceram os ataques contra os Estados Unidos. Muitos analistas consideram que o país já se somou à Europa e está em recessão, apesar de ainda ser necessário um outro trimestre de queda para se encaixar em uma definição amplamente usada para recessão --dois trimestres seguidos de declínio da produção. A queda no terceiro trimestre contrastou com a relativamente animadora taxa de crescimento de 2,8 por cento de crescimento vista no segundo trimestre. (Reportagem de Glenn Somerville)

REUTERS

25 de novembro de 2008 | 12h30

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUAPIBATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.