DIDA SAMPAIO/ESTADÃO
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Reunião com governadores do MDB deixou bancada sensível à questão dos Estados, diz líder do partido

Baleia Rossi confirmou que alguns deputados já manifestaram na própria reunião uma mudança de entendimento

Idiana Tomazelli e Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

05 de junho de 2019 | 20h49

A pressão de governadores do MDB sobre a bancada do partido na Câmara pode levar deputados a reverem sua posição sobre a permanência de Estados e municípios na reforma da Previdência, disse hoje o líder da legenda na Casa, Baleia Rossi (SP). Antes refratários a assumir o ônus político de contemplar governadores e prefeitos na proposta, agora deputados do MDB começam a falar na possibilidade de apoiar a inclusão dos governos regionais.

A bancada se reuniu com os governadores Hélder Barbalho (PA) e Renan Filho (AL). "O debate foi extremamente importante. Majoritariamente, a bancada prefere, num ato político, que os Estados e municípios sejam retirados da proposta. Mas essa era uma posição muita clara antes dessa reunião", afirmou Baleia.

"Acho que a bancada foi bastante sensível pelos argumentos dos nossos dois governadores, pelos argumentos que foram apresentados de responsabilidade com o País", acrescentou o líder.

Segundo ele, a bancada ainda não tem uma posição final sobre o assunto, mas Baleia Rossi confirmou que alguns deputados já manifestaram na própria reunião uma mudança de entendimento - antes pela retirada de Estados e municípios e agora pela permanência. O líder defendeu ainda que o relator da reforma, deputados Samuel Moreira (PSDB-SP), aguarde até a próxima terça-feira (11), quando todos os governadores virão a Brasília, para apresentar seu parecer.

"Se nós vamos ter na terça-feira uma reunião com todos os nossos governadores aqui, acho que o Parlamento deveria aguardar para ter uma conversa madura com todos os governadores", afirmou Baleia.

"Eu acredito que hoje o sentimento do plenário é a retirada (de Estados e municípios), mas entendo que a repercussão que teve na bancada do MDB, com a presença de nossos dois governadores, isso pode acontecer nas demais bancadas, e aí podemos ter uma mudança desse entendimento", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.