Reunião da OMC termina como começou: sem acordo

Terminou sem acordo a reunião para destravar as negociações da Organização Mundial do Comércio (OMC)m realizada na embaixada do Brasil, evidenciando a crise vivida na entidade. Brasil, União Européia, Estados Unidos e Índia não conseguiram entrar em um acordo sobre temas como subsídios domésticos, subsídios à exportação e redução de tarifas para os produtos agrícolas. O Brasil recusou proposta da UE sobre acesso a mercado, consideradas como insuficientes. Já os norte-americanos foram incapazes de dizer como farão para reformar seus subsídios domésticos. Apesar do impasse, o chanceler Celso Amorim afirmou que está otimista com o processo. "O resultado desta reunião foi que entendemos melhor a posição dos demais", afirmou.

Agencia Estado,

23 Setembro 2005 | 10h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.