Reuniões de auditores indicam que greve pode continuar

A apuração parcial das votações realizadas nas assembléias dos auditores fiscais da Receita Federal indica a continuidade da greve nos moldes em que está sendo feita desde o dia 18 de março. Segundo a assessoria de comunicação social do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Unafisco) - entidade que promove a greve -, 72,33% dos votos apurados até o momento são favoráveis ao prosseguimento do movimento por tempo indeterminado, fora da repartição, sem assinatura de ponto e com 30% da categoria trabalhando nas atividades essenciais, como manda a legislação.A Unafisco informou que existem no País mais de 90 delegacias e representações da Receita, das quais 42 já encaminharam à sede do sindicato, em Brasília, os resultados das votações nas assembléias realizadas hoje.A expectativa da Unafisco é de que o resultado final das apurações só seja consolidado amanhã. Cerca de 3.000 auditores estão participando das reuniões em todo o País. A Unafisco está discutindo com seu Departamento Jurídico a decisão a tomar em face da determinação do Ministério do Planejamento de cortar o ponto dos grevistas com base em uma decisão do Supremo Tribunal Federal, mas a categoria está aprovando hoje, nas assembléias, reforço financeiro para o fundo do corte de ponto, por meio de um desconto de 2% sobre os salários, em duas parcelas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.