Reutemann não quis estar na briga entre Menem e Duhalde

O governador de Santa Fé, Carlos Reutemann, admitiu hoje que não pretende disputar as eleições presidenciais por não desejar "estar no meio de uma briga interna entre (Carlos) Menem e (Eduardo) Duhalde?. Reutemann disse que considera essa situação como ?eterno pleito?. ?Alguém me perguntou ontem se tinha um pouco de preocupação de estar no meio da briga Menem-Duhalde e talvez isso tenha uma pequena influência dentro das coisas que a gente avalia, que foi exatamente o mesmo que me aconteceu em 98?, afirmou. Reutemann questionou a honestidade do processo eleitoral. ?Vi alguns sinais em relação às prévias que me deixaram uma incógnita se serão disputas limpas, claras, transparentes, com as regras do jogo bem claras, no sentido da ética de uma prévia que seja feita à altura", disse. O governador disse ainda que sua decisão não significa que ele não gostaria de competir com Carlos Menem, quem se auto-intitulou padrinho político de Reutemann.

Agencia Estado,

11 de julho de 2002 | 12h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.