Revés de Mantega é comemorado em Brasília

O golpe sofrido por uma das iniciativas mais promovidas pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, acabou sendo comemorado por parte do Itamaraty em Brasília. O grupo vinha alertando há meses que a promessa do chefe das Finanças de levar a questão da "guerra do câmbio" à OMC não funcionaria. Ontem, nenhum dos 157 governos na entidade tomou a palavra para apoiar o projeto brasileiro.

O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2012 | 02h07

Nas preparações para a ação no Brasil, alertas foram lançados contra a ideia. Agora, a esperança dentro do Itamaraty é de que o grupo que defendia a iniciativa mude de opinião. Já em Genebra, apesar de todas as críticas, a avaliação do embaixador Roberto Azevedo foi de que a reunião de ontem foi "boa". "O debate continua", disse. Segundo ele, um dos pontos positivos foi a decisão de que o FMI será convidado a participar das reuniões sobre o assunto em 2013. / J.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.