Revisão de demanda põe cacau em alta

Os contratos futuros de cacau com vencimento em julho fecharam em alta ontem dos dois lados do Atlântico: 3,97% em Londres e 2,95% em Nova York. Dois fatores contribuíram para esse movimento. Primeiro, uma projeção de que o déficit da matéria-prima continuará significativo (embora menor) com a safra 2008/09; segundo, uma avaliação de que a indústria alimentícia, apesar de vir preferindo usar estoques (em vez de grãos novos), não tem sinais claros de menor demanda por produtos como chocolate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.