Revisão de hipotecas nos EUA será concluída em novembro, diz Bernanke

Presidente do Federal Reserve diz que reguladores estão investigando se deficiências sistemáticas nas empresas estão levando a execuções de hipotecas impróprias

Clarissa Mangueira, da Agência Estado

25 de outubro de 2010 | 11h31

Os reguladores bancários federais esperam que os resultados preliminares de suas revisões sobre os processos de execução de hipotecas sejam concluídos em novembro, afirmou o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Ben Bernanke, durante discurso realizado nesta manhã numa conferência sobre execução de hipotecas organizada em conjunto pelo Fed e pela Corporação Federal de Seguro de Depósito (FDIC, em inglês). Bernanke não falou sobre política monetária no evento.

"Nós estamos olhando intensamente para as políticas, procedimentos e controles internos das empresas, relacionados com as execuções de hipotecas, e procurando determinar se deficiências sistemáticas estão levando a execuções de hipotecas impróprias", disse Bernanke.

Os reguladores bancários estão revisando relatórios que afirmam que parte das maiores empresas de hipotecas do país está executando hipotecas de maneira irregular, por meio de práticas questionáveis e cometendo erros significativos ao longo do caminho. "Nós levamos as violações dos procedimentos adequados a sério", destacou o presidente do Fed.

Durante seu discurso, ele analisou o papel da casa própria na cultura dos EUA. "A casa própria é boa somente para as famílias e as comunidades se puder ser sustentada", disse Bernanke. "As compras de residências que são altamente alavancadas ou inacessíveis submetem o devedor e o credor a uma grande dose de risco." As informações são da Dow Jones.  

Tudo o que sabemos sobre:
EUABen BernankeFedhipoteca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.