Revista The Banker elege BB como melhor banco brasileiro

O Banco do Brasil foi escolhido pela revista britânica The Banker para receber o prêmio de melhor banco brasileiro em 2003. O prêmio, concedido anualmente, é um dos mais prestigiados entre as instituções financeiras privadas de todo o mundo e foi anunciado ontem na capital britânica. Segundo a revista, o banco estatal registrou "resultados brilhantes em 2002", com seus lucros líquidos crescendo 87,4%, seus ativos elevando-se em 23,9%. A revista afirmou que a tacnologia do BB em 2002 teve um papel crucial em seu sucesso. "Ele lançou um software para seus clientes corporativos que incorpora o e-comércio, gerenciamento de caixa e aplicações para negócios relacionadas a pagamentos", disseram os editores da The Banker. "No final do ano passado, cerca de 445.000 empresas tinham realizado 336.000 transações utilizando esse instrumento".No setor de varejo, "o elevado grau de automação do BB refletiu-se no fato que 33,2% de todas transações dos clientes foram feitas através de canais automatizados, incluindo sua vasta rede de caixas automáticos - a maior do País - e de ´internet banking". A revista observou que o BB promoveu uma reestruturação no ano passado para se concentrar em três áreas fudamentais de negócios: varejo, corporativa e governo. "O banco está seguro que essa ´estratégia de segmentação´ vai garantir que ele continue a ser um líder de mercado no Brasil". O grupo espanhol Santander foi escolhido pelo segundo ano consecutivo como melhor banco na América Latina. Segundo a revista, isso "reflete a liderança e a excelência na gestão da entidade na região". O banco britânico HSBC recebeu, também pelo segundo ano consecutivo, o prêmio de ?Banco Global do Ano".

Agencia Estado,

10 de setembro de 2003 | 13h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.