Rhodia tem prejuízo de US$ 99 milhões e prevê perdas no ano

A companhia francesa fabricante de produtos químicos Rhodia informou prejuízo no segundo trimestre superior ao previsto; a empresa não deverá atingir a meta de redução de sua dívida prevista até o fim do ano. A companhia disse ainda que encerrará o ano também com prejuízo. No segundo trimestre, o prejuízo somou 87 milhões de euros (US$ 99,9 milhões), depois de fechar o mesmo período do ano passado com lucro de 12 milhões de euros. Analistas esperavam prejuízo entre 8 milhões de euros a 51 milhões de euros no período. As receitas caíram para 1,407 bilhão de euros (US$ 1,61 bilhão) no trimestre, de 1,774 bilhão de euros no mesmo trimestre de 2002. "Ao contrário do previsto em março, a manutenção em alta dos preços das matérias-primas, por conta da persistente aceleração nos preços do petróleo durante o segundo trimestre, após a guerra no Iraque, teve impacto negativo sobre o desempenho do grupo", disse a Rhodia. O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) caiu 45,8%, para 123 milhões de euros (US$ 141,3 milhões). A dívida líquida da companhia no final do segundo trimestre estava em 2,14 bilhões de euros (US$ 2,45 bilhões), de 2,3 bilhões de euros no primeiro trimestre. No semestre, o prejuízo da Rhodia foi de 150 milhões de euros (US$ 172,29 milhões), a partir de 2,84 bilhões de euros em receitas (US$ 3,26 bilhões). O EBITDA caiu 45%, para 235 milhões de euros (US$ 269,92 milhões). As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

25 Julho 2003 | 11h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.