Ricos compram veículos por mais de R$ 1 milhão

Outro mercado que se destaca no Brasil nos anos recentes é o de carrões esportivos, com preços acima de R$ 1 milhão. Desde outubro, quando abriu sua loja em São Paulo, a primeira na América Latina, a Rolls Royce vendeu duas unidades do Ghost, por R$ 2,3 milhões cada. Só com o valor pago pelos dois modelos daria para comprar 216 Ford Ka 1.0.

O Estado de S.Paulo

25 de novembro de 2012 | 02h11

Mesmo com a alta de 30 pontos porcentuais do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para importados, os superesportivos cujos preços passam dos três dígitos - Bentley, Ferrari, Lamborghini e Maserati - venderam 84 unidades de janeiro a outubro, volume muito próximo ao de igual período do ano passado, de 86 unidades.

Edição limitada. O Brasil também entrou na lista de selecionados para receber edições limitadas de veículos, um privilégio de poucos consumidores. O País ficou com dois Audi R8GT Spyder, série especial que terá apenas 333 unidades vendidas no mundo todo. Aqui, o preço é de R$ 1,2 milhão.

Das 500 unidades do Lexus LFA que serão colocadas no mercado global em 2013, uma virá para o País. O interessado vai pagar R$ 2,9 milhões pela raridade. O esportivo é todo feito em fibra de carbono de alta resistência e montado artesanalmente na fábrica do grupo no Japão.

A Mercedes-Benz, dona da marca AMG, reservou ao Brasil uma das cinco unidades da edição especial do superesportivo SLS AMG GT3 que serão produzidas na Alemanha. O preço local deve ficar em R$ 1,2 milhão.

No ano passado, a MG produziu somente duas unidades do SLS Desert Gold, cuja pintura tinha mistura de ouro em pó. Uma delas foi vendida no Oriente Médio e a outra no Brasil, a preços não revelados./C.S.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.