Rigotto defende negociação com Argentina em favor do Mercosul

O governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto (PMDB), defendeu hoje a negociação como instrumento para evitar as restrições argentinas a produtos brasileiros. "As retaliações poderão acontecer se nós, na negociação, não conseguirmos avançar", acrescentou Rigotto, ao comentar uma sugestão em discussão na Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul) de suspender as importações de arroz da Argentina em resposta às crescentes restrições do país a produtos brasileiros.Rigotto está sendo homenageado na sede da Farsul por entidades rurais gaúchas por seu empenho na solução da crise comercial entre Brasil e China envolvendo a exportação de soja. O governador participou no Ministério da Quarentena da China da negociação que permitiu a retomada das exportações. Ele considerou natural a preocupação da Argentina em alguns setores econômicos, já que a indústria local perdeu competitividade com a crise do país.Se ficar comprovada a entrada maciça de algum produto brasileiro na Argentina, Rigotto avaliou que pode ser estabelecido um limite na negociação. "Eu acredito que a negociação vai permitir clarear isso tudo e evitar o comprometimento do Mercosul", disse Rigotto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.