Rigotto diz que houve boa vontade do governo chinês sobre soja

O governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto (PMDB), afirmou hoje em Pequim que houve boa vontade do governo chinês para a solução do impasse comercial envolvendo a soja brasileira. "O que sentimos é que, na discussão que tivemos, houve boa vontade do governo chinês, pela compreensão das medidas que estão sendo adotadas pelo Brasil", declarou o governador, por meio de nota."O fim do embargo à soja nacional determina a volta da tranqüilidade", acrescentou Rigotto, que está na China à frente de uma missão empresarial para estreitar laços comerciais com o país asiático. O governador participou da reunião na tarde desta segunda-feira, pelo horário local, que libera a entrada da soja brasileira na China.Com a decisão, as 23 empresas que tiveram suas exportações suspensas poderão voltar a vender à China, observa Rigotto. Em nota, o governo gaúcho informa que a reunião, realizada no Ministério da Quarentena, durou quatro horas e meia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.