finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Rio pode suspender desconto de IPVA para veículo a gás

O governo do Estado do Rio estuda a possibilidade de suspender o desconto de 75% concedido hoje sobre o IPVA para carros movidos a gás. A proposta, apresentada pelo secretário de Desenvolvimento do Estado, Júlio Bueno, e ainda sob análise do governador Sérgio Cabral, prevê uma forma de desestímulo ao consumo do combustível no Estado, em razão do atual risco de desabastecimento existente.Pela proposta, os carros já convertidos não seriam atingidos, mas sim os que optarem pela conversão. Os motoristas de táxi também terão garantida a manutenção do desconto, mesmo em caso de nova conversão. Hoje, o Rio tem em média 600 mil veículos rodando com GNV e, de acordo com números do governo local, são feitas em média cerca de 200 conversões por mês. Considerando o custo médio do IPVA de um carro 1.0 no Estado, a arrecadação anual sobre estas conversões seria em torno de R$ 2,5 milhões.A necessidade de redução do consumo do gás no Estado se fez mais presente com o corte no abastecimento em 17% (equivalentes a 1,3 milhão de metros cúbicos) decretado pela Petrobras no dia 30 de outubro. O governo conseguiu impedir que o corte se prolongasse, com a obtenção de uma liminar judicial, mas ainda está sob ameaça de corte, caso a sentença final na Justiça libere a redução do fornecimento ao volume estabelecido em contrato. Hoje, a CEG distribui 7,2 milhões ante 5,1 milhões contratados.

KELLY LIMA, Agencia Estado

16 de novembro de 2007 | 17h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.