Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Rio prende fiscais envolvidos em sonegação de R$ 1 bi

Uma investigação de sete meses apontou um esquema de corrupção que sonegou cerca de R$ 1 bilhão aos cofres públicos do Rio de Janeiro e culminou hoje com a prisão de 24 pessoas, sendo 11 fiscais da Secretaria Estadual de Fazenda. De acordo com o procurador-geral de Justiça do Rio, Marfan Vieira, o esquema também envolvia 6 empresários, 7 contadores e outras 7 pessoas que lesaram os cofres públicos em "três propinodutos". "Apenas na casa do fiscal José Meireles Leitão foram apreendidos R$ 289 mil. Tivemos que requisitar uma máquina de contar dinheiro para concluirmos o trabalho", revelou o procurador. Além de cobrar propinas para não multar empresas, os fiscais davam consultorias e ensinavam a driblar a Receita do Estado. Outros dez fiscais foram afastados das funções. Todos foram indiciados por formação de quadrilha, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva. Sete acusados ainda estão foragidos. A operação para o cumprimento de 31 mandados de prisão, 106 mandados de busca e apreensão começou nesta manhã em diversos bairros do Rio e Niterói (Região Metropolitana) e envolveu 360 homens entre policiais civis, promotores e funcionários do Ministério Público Estadual.

PEDRO DANTAS, Agencia Estado

28 de novembro de 2007 | 19h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.