Rio Tinto: demanda por minério deve continuar forte

A mineradora anglo-australiana Rio Tinto acredita que a forte demanda por minério de ferro deve continuar, em razão do apetite voraz da China pela principal matéria-prima utilizada na produção do aço. Sam Walsh, executivo-chefe (CEO) da empresa para a divisão de minério de ferro, apresentou as perspectivas de alta da companhia para o mercado durante um passeio com a imprensa pela região de Pilbara, no Estado de Austrália Ocidental.De acordo com as previsões da Rio Tinto, a China vai dobrar suas importações de minério de ferro ao longo dos próximos seis anos, ao passo que a demanda doméstica sustenta o consumo do aço. "Combinado a maior limitação das importações da Índia, por causa dos impostos e do crescente consumo interno do país, a perspectiva para o mercado vai permanecer forte", afirma a companhia.O avanço dos preços à vista nas importações para a China indica um potencial de alta significativo para o mercado. Atualmente, as três maiores produtoras de minério de ferro do mundo - a BHP Billiton, a brasileira Vale e a Rio Tinto - estão em negociações com as siderúrgicas sobre os contratos anuais da commodity.BHPO encontro da Rio Tinto com a imprensa acontece em meio as especulações sobre qual será o próximo passo na disputa com a rival BHP. Os rumores mais recentes indicam que a BHP poderia elevar sua proposta pela concorrente antes de 6 de fevereiro - data-limite estabelecida pelo Takeover Panel (órgão regulador de fusões do Reino Unido) para que a mineradora faça uma oferta formal ou desista do negócio. Uma fonte próxima da BHP, no entanto, revelou que a companhia ainda está avaliando suas opções antes de seguir adiante. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.