Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Rio Tinto e Nippon acertam corte no preço do minério

A mineradora australiana Rio Tinto anunciou nesta terça-feira ter fechado um acordo com a siderúrgica japonesa Nippon Steel para uma redução de 33% a 44% nos preços de contrato do minério de ferro para o ano contratual 2009-2010, que começou em 1º de abril.

AE-DOW JONES, Agencia Estado

26 de maio de 2009 | 02h33

É o primeiro acordo do ano, já que as outras grandes mineradoras, a Vale e a também australiana BHP Billiton, e os principais consumidores de minério, como as siderúrgicas chinesas, ainda negociam os preços.

O corte anunciado pela Rio Tinto e pela Nippon não é tão profundo quanto as fabricantes de aço chinesas estão pedindo. Resta saber se o lado chinês aceitará o acordo como uma referência para o ano ou se vão insistir em mais reduções, solapando o já cambaleante sistema de preços de referência.

A Rio Tinto disse ter concordado com um preço de US$ 0,97 por tonelada seca para o minério fino, comparado a US$ 1,446 do ano contratual anterior, e US$ 1,12 por tonelada para o minério granulado, contra US$ 2,0169 no ano passado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
minérioRio TintoNipponacordo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.