Rio Tinto rejeita oferta da BHP; diz que está subavaliada

A Rio Tinto havia rejeitado a proposta inicial de três ações por uma em 8 de novembro do ano passado

Hélio Barboza, da Agência Estado,

06 de fevereiro de 2008 | 14h34

A mineradora anglo-australiana Rio Tinto rejeitou a oferta de compra feita pela rival BHP Billiton, descrevendo-a como significativamente subavaliada. A BHP havia elevado a oferta pela concorrente com uma proposta de US$ 147,4 bilhões, com 3,4 ações da BHP para cada ação da Rio Tinto. A oferta inicial era de uma troca acionária na base de 3 para 1."As ofertas da BHP Billiton, mesmo melhoradas, ainda não reconhecem o valor subjacente dos ativos de qualidade da Rio Tinto e suas perspectivas", disse o presidente da Rio Tinto, Paul Skinner. "Nossos planos estão inalterados, e permanecerão assim a menos que seja feita uma proposta que reflita completamente o valor da Rio Tinto", acrescentou.A Rio Tinto havia rejeitado a proposta inicial de três ações por uma em 8 de novembro do ano passado. Na última sexta-feira, a Aluminum Corp of China, (Chinalco) e a produtora de alumínio norte-americana Alcoa compraram 12% das ações da Rio Tinto listadas na Bolsa de Londres, ou cerca de 9% do grupo anglo-australiano.A Chinalco pagou 60 libras por ação da Rio Tinto, enquanto a oferta da BHP era de 54,30 libras por ação no preço de fechamento de ontem. A Chinalco pode dificultar o objetivo da BHP Billiton de comprar 100% da Rio Tinto. Uma combinação BHP/Rio Tinto criaria uma força global em minério de ferro, carvão metalúrgico, alumínio, cobre, urânio e outras commodities. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio Tinto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.