Risco de inflação explosiva não existe mais, garante Palocci

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, afirmou hoje que o risco de uma inflação explosiva no País não existe mais. Segundo ele, esse risco existia entre novembro de 2002 e fevereiro deste ano. "Isso é uma vitória importantíssima da política macroeconômica do governo", afirmou.Ele afirmou, no entanto, que o combate à inflação não está encerrado. "O combate tem que ser permanente", disse. Palocci disse que é preciso uma boa combinação de política macronecômica com fiscal, o que segundo ele está acontecendo. "Desse ponto de vista, os resultados dos indicadores econômicos têm sido bons", afirmou.Ele mostrou números do Banco Central que indicam que a inflação futura em 12 meses está em 8,02%. "Isso demonstra uma redução significativa se considerarmos que em novembro, dezembro, janeiro e fevereiro, essa projeção era próxima a 40%", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.