Riscos de investir em imóveis para locação

Para quem pretende investir em imóveis com a finalidade de entrar no mercado de locação, a dúvida é saber se é melhor investir em unidade residencial ou comercial. Especialistas do setor avisam que as duas opções possuem vantagens e riscos de perda de investimento e, por isso, o interessado deve analisar com cuidado todas as oportunidades. O analista de investimento Mauro Halfeld destaca que o investidor vai enfrentar diversos riscos. Primeiramente, o rendimento vai depender das condições do mercado imobiliário. Uma grande oferta de imóveis para locação, por exemplo, tende a pressionar para baixo o valor dos aluguéis, reduzindo o ganho para o investidor. A localização do imóvel também influencia o retorno da aplicaçãoAluguel comercial em quedaDe acordo com a pesquisa mensal de locação comercial realizada pela Hubert Assessoria Imobiliária, o valor dos aluguéis comerciais caiu, em média, 1,07% na cidade de São Paulo durante o mês de maio. De acordo com a Hubert, este é o quarto mês consecutivo que os aluguéis comerciais apresentam queda. Nos últimos doze meses, o setor registrou valorização de apenas 0,95%, enquanto a inflação, no mesmo período, está em 8,88%, segundo o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M).A pesquisa registrou queda em todas as regiões da capital paulista. Os aluguéis da região do Centro Velho foram os que mais caíram (-1,40%), seguidos pelos do Centro Novo (-1,34%). Na avenida Paulista os aluguéis ficaram 0,74% mais baratos.Apesar de os números constatarem uma queda dos aluguéis comercias, o gerente de compra e venda da Hubert, César Babosa, acredita que a compra de um imóvel para locação pode ser rentável em regiões de novos centros comerciais e lançamentos imobiliários. "Na região da Avenida Luís Carlos Berrini, Vila Olímpia, Jardins e da Avenida Nações Unidas, o investidor consegue negociar um bom aluguel", avisa. Ele destaca na locação comercial o rendimento mensal, que vai de 0,7% a 1% do capital investido, dependendo do tipo do imóvel e da localização.PrejuízoA diretora técnica do Instituto Brasileiro de Certificação de Planejadores Financeiros (IBCPF), Márcia Dessen, não recomenda a compra de qualquer tipo de imóvel para locação com o objetivo de investimento. "Não é um bom negócio investir em imóveis para locação. Se colocar na ponta do lápis, o investidor terá um rendimento bem superior em produtos do mercado financeiro num período mais rápido", explica.Com uma perspectiva de rentabilidade mensal entre 0,7% e 1% do valor aplicado, o investimento em imóveis têm apresentado um ganho abaixo dos fundos referenciados DI (pós-fixados). Para se ter uma idéia, no mês passado, essas carteiras acumularam um ganho nominal de 1,09%, de acordo com dados da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid). Deve-se, no entanto, fazer a ressalva de que alguns fundos disponíveis no mercado registraram, semanas atrás, perdas por conta da nova regra de marcação a mercado.Márcia Dessen ressalta, ainda, o risco do locatário não pagar o valor do aluguel, prejudicando o proprietário, que além de não receber o combinado, deve arcar com custos fixos como impostos, manutenção e taxa de condomínio. "Não vale a pena correr este risco por um retorno tão pequeno, mesmo a longo prazo", avalia a diretora técnica do IBCPF.Diversificar investimentosO analista de investimentos Mauro Halfeld recomenda ao investidor com uma pequena reserva de capital e que pretenda investir em imóveis apostar em pequenos terrenos residenciais e pequenas lojas comerciais. "Os pequenos imóveis, tanto residenciais quanto comerciais, são boas opções de investimento porque têm uma maior liquidez. Porém, o investidor deve diversificar seus investimentos", orienta o analista.Para Mauro Halfeld é muito importante que o investidor não concentre seus recursos em um único ativo. "O investidor pode direcionar parte de seu capital em fundo de renda fixa, poupança e ouro", aconselha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.