Riscos e cuidados ao comprar imóveis

Na hora de investir em imóveis, é preciso tomar uma série de cuidados para evitar perdas, especialmente na avaliação da documentação. O investidor tem que avaliar todos os documentos necessários antes de fechar negócio. O mais seguro é procurar a ajuda de um advogado de confiança, até para evitar ser vítima de documentos falsos. Mesmo assim, convém que o próprio interessado verifique se o advogado realmente tomou todos os cuidados. Os órgãos de defesa do consumidor dão dicas e informações em caso de dúvidas no contrato.O investidor que pretende fazer um bom negócio precisa também escolher um imóvel que tenha as características necessárias ao uso a que será destinado. É preciso lembrar de verificar a localização do imóvel, a infra-estrutura da região, o tamanho, a qualidade e o estado de conservação do material usado na construção, além de quaisquer informações que possam ajudar na rentabilidade futura do investimento.InadimplênciaAo alugar o imóvel, o investidor corre o risco de que haja inadimplência do inquilino, o que afeta a rentabilidade esperada do imóvel comprado para fins de investimento. Quando o imóvel fica sem inquilino ou há inadimplência, os custos de condomínio e manutenção ficam por conta do proprietário. Posteriormente, na Justiça, o investidor pode até reaver seus prejuízos, mas vai ter que desembolsar o dinheiro para deixar as contas em dia e ter recursos para pagar um advogado na defesa de seus direitos. A dica para diminuir este risco é sempre escolher com muito cuidado o inquilino.Veja nos links abaixo mais dicas sobre os riscos de comprar ou alugar um imóvel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.