Riscos para ações do Banespa

Comprar ou conservar os papéis do Banespa em uma carteira de ações pode ser vantajoso para o investidor. Existe a possibilidade de que o Santander feche o capital do banco paulista e, para isso, ofereça um prêmio atrativo em relação às atuais cotações. Mas, como isso não é uma certeza, o investidor corre o risco de que o preço da ação caia e, mesmo que essa possibilidade se confirme, o patamar de negociação das ações ficaria abaixo da cotação atual.Apesar da forte valorização do papel nos últimos dias, o analista de Bancos do banco UBS Warburg, Bruno Pereira, ressalta que se trata de uma ação bastante arriscada e com possibilidade de forte oscilação nos próximos meses. Na semana passada, as ações preferenciais (PN, sem direito a voto) registraram alta de 13,16%, e as ordinárias (ON, com direito a voto) acumularam valorização de 13,11%. Para se ter uma idéia, o Ibovespa - Índice que mede a valorização das ações de empresas mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) - acumulou uma queda de 6,26% no período.Para o gerente de Renda Variável da Sul América Investimentos, André Lapponi, esse não é o momento para comprar ações do Banespa. O mercado especula que o Santander pode oferecer de R$ 80,00 a R$ 120,00 pelo lote de mil de ações, em caso de fazer uma oferta de recompra. Boa parte dos analistas aposta numa oferta de R$ 90,00, o que significa uma valorização de 29,50% em relação ao fechamento de Banespa PN na sexta-feira. Mas, como não há nenhuma certeza sobre as intenções do Santander, esse cenário pode não se confirmar.E quem já tem os papéis, como proceder? Pereira diz que, para o investidor que não teme oscilações, continuar com as ações do Banespa pode ser uma boa opção. Mas, para quem não tem esse perfil, a recomendação do executivo é de venda das ações do banco paulista e compra de papéis de Bradesco ou Unibanco. O mercado também não descarta que o Santander faça uma operação de troca das ações do Banespa por Brazilian Depositary Receipts (BDRs), recibos de ações do banco espanhol, para negociação na Bovespa, como fez a Telefónica com os papéis da Telesp. Pereira diz que essa pode ser uma boa opção para o Santander, uma vez que não envolveria dinheiro. Isso pode ser importante para o banco espanhol, que pagou R$ 7,05 bilhões pelo Banespa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.