Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Ritmo de aumento da arrecadação perdeu força em 2008

O ritmo de crescimento da arrecadação da Receita Federal em 2008 perdeu força. Enquanto em 2007 a arrecadação teve um crescimento real de 11,09%, em 2008 a alta foi de 7,68%. Ao longo do ano passado, a arrecadação das receitas administradas foi diminuindo. As receitas administradas começaram o ano com um crescimento de 20,49% e fecharam dezembro em 6,81%, no acumulado dos 12 meses. O resultado ficou abaixo, inclusive, das últimas previsões do secretário-adjunto da Receita, Otacílio Cartaxo, que previa uma alta em torno de 9% no ano das receitas administradas.Nos últimos dois meses de 2008 (novembro e dezembro), a arrecadação apresentou queda real em relação ao mesmo período de 2007. Em novembro, a queda foi de 2,13% e em dezembro, o desempenho foi ainda mais desfavorável, com uma queda de 4,58%. A arrecadação do final de 2008 foi influenciada pela desaceleração do ritmo de crescimento econômico, que tem impacto nos tributos. Sazonalmente, a arrecadação de dezembro, em relação a novembro, é favorecida pela tributação do 13º salário e a apuração semestral do Imposto de Renda Retido na Fonte sobre rendimentos de capital, decorrente de aplicações financeiras em fundos de investimento. O imposto de renda sobre esses investimentos só é cobrado duas vezes são ano: junho e dezembro, o que ajuda a "engordar" as receitas nesses dois meses do ano.

ADRIANA FERNANDES, Agencia Estado

27 de janeiro de 2009 | 12h09

Tudo o que sabemos sobre:
arrecadaçãoReceita Federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.