Rodrigues afirma que polêmica sobre Alca foi "fabricada"

O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, disse hoje em Piracicaba (SP), ter considerado "chata" a polêmica sobre o resultados da reunião da Alca em Trinidad Tobago, que levou o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, a cobrar afinação no discurso dos ministros envolvidos. "Não houve discussão, não houve briga (entre ministros) e é chato quando se fabrica qualquer polêmica dessa forma." Ele disse estar tranqüilo e confortável em relação a suas posições sobre as negociações de comércio internacional. Indagado sobre quem teria fabricado a polêmica e sobre a repercussão que o assunto tomou, Rodrigues disse que tudo ocorreu por questões ligadas "à forma de comunicação". No entanto, ele voltou a minimizar a reunião preparatória para a Alca de Trinidad Tobago. "Não dá para comparar Cancún com Trinidad Tobago. Miami será para a Alca o que Cancún foi para a OMC", disse. "Lá o jogo vai valer, por enquanto é só ensaio". Ele ratificou sua posição de que não há negociação internacional sem a inclusão da agricultura. "Essa é a posição do presidente que é o coordenador do processo e o líder."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.