finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Rodrigues diz que Furlan ajudará missão na Rússia

O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, disse que a ida do ministro do Indústria, Comércio e Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, a Moscou poderá ajudar a equipe técnica do ministério a reverter o embargo da Rússia à importação da carne brasileira (de suínos, aves e boi). "Não há razões técnicas para que qualquer país do mundo interrompa as importações de carne do Brasil em razão de foco de aftosa no Amazonas. Mas a Rússia, que adotou a mesma medida há quatro meses quando houve foco de aftosa no Pará, voltou a impedir a entrada de carne brasileira, porém incluindo aves e suínos", afirmou Rodrigues após palestra na Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, que foi organizada em parceria com a Universidade de Columbia."Ainda ontem recebemos mais uma informação de que a Rússia mantém o embargo. O ministro Furlan já estava indo à Rússia para participar de uma feira de comércio, mas pedimos a ele para reforçar a posição técnica da delegação do Ministério da Agricultura", afirmou Rodrigues. O foco de aftosa registrado no Estado do Amazonas não representa "nada do ponto de vista pragmático" do comércio internacional, salientou Rodrigues. O ministro lembrou que o Brasil tem um zoneamento em relação à aftosa e, e dos 180 milhões de cabeças de gado, 150 milhões estão livres da doença com vacinação. "O Amazonas está numa região que não está aberta a exportação porque não é considerada livre ainda de aftosa", disse.

Agencia Estado,

24 de setembro de 2004 | 13h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.