Rodrigues: Itamaraty foi "intransigente" em negociações para Alca

Com a frustração da rodada de setembro da Organização Mundial do Comércio (OMC), o ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, disse que "ficou encabulado" com os resultados da reunião preparatória ao encontro ministerial da Alca, prevista para novembro. Rodrigues considerou que o Itamaraty atuou de "forma rígida, intransigente" nas negociações comerciais para a Alca.O ministro da Agricultura disse, em entrevista à Agência Estado, que se ressente, principalmente, do pouco diálogo que os diplomatas estão mantendo com as áreas envolvidas nas negociações comerciais em relação à formação da Alca, ao contrário da experiência mantida nas conversações com a OMC. "O sucesso do Brasil, em Cancún, como líder do G-22, foi resultado de uma união de forças do governo e da iniciativa privada, movimento liderado pelo Itamaraty", disse o ministro.A reunião ministerial da Alca está marcada paranovembro, em Miami. Na reunião preparatória, o Brasil não conseguiu apoio sequer do Uruguai e Paraguai e pode ter criado um ambiente de isolamento em relação à posição, inclusive, do Mercosul. "Agora sim o breque se consolida também para uma negociação bilateral", completou o ministro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.