Rolls-Royce fecha acordo de leniência com Brasil, EUA e Inglaterra

Rolls-Royce fecha acordo de leniência com Brasil, EUA e Inglaterra

Empresa britânica diz que concordou em pagar 671 milhões de libras esterlinas em função de seu envolvimento em esquemas de corrupção

Josette Goulart, O Estado de S.Paulo

16 de janeiro de 2017 | 17h10

A empresa britânica Rolls-Royce anunciou nesta segunda-feira, 16, que fechou um acordo preliminar de leniência com as autoridades da Inglaterra, Estados Unidos e Brasil e concordou em pagar 671 milhões de libras esterlinas, ou R$ 2,6 bilhões. De acordo com comunicado da empresa, os acordos estão relacionados a pagamentos de propinas e envolvimento em esquemas de corrupção em diferentes mercados internacionais.

No Brasil, a empresa foi citada na Operação Lava Jato em delação premiada do ex-gerente da diretoria de Serviços da Petrobrás, Pedro Barusco. De acordo com Barusco, a empresa teria pago propina para garantir o fornecimento de turbinas de geração de energia para plataformas de petróleo da Petrobrás.

Pelo acordo firmado com o Ministério Público Federal, o Brasil deve receber US$ 25,58 milhões, ou cerca de R$ 80 milhões. Com o Departamento de Justiça americano o valor acertado foi de cerca de US$ 170 milhões, cerca de R$ 550 milhões e o restante ficará com a Inglaterra, em que o acordo foi fechado com a UK Serious Fraud Office (SFO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.