Rondeau, Gabrielli e Sauer preparam-se para negociar na Bolívia

O ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, e o diretor de gás da Petrobras, Guido Sauer, estavam reunidos por volta das 11 horas no hotel Los Tajibos, em Santa Cruz de La Sierra, Bolívia, para alinhavar o discurso que será apresentado na negociação desta quarta-feira em La Paz, Bolívia. A reunião está prevista para começar as 15 horas. (16 horas de Brasília). Rondeau e Gabrielli querem hoje à tarde, na negociação com o governo boliviano, tirar uma nota conjunta para frear a crise entre os dois países. O encontro é realizado para discutir os desdobramentos, principalmente para a Petrobras, da decisão do governo boliviano de nacionalizar as reservas de petróleo e gás. O novo preço pelo produto também está em pauta.Uma das conseqüências da medida foi a indicação de diretores e síndicos da Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB) da multinacional brasileira (Petrobras Bolívia Refinación).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.