Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Rosinha pede para Petrobras adiar concorrência de plataforma

A governadora eleita do Rio de Janeiro, Rosinha Garotinho (PSB), enviou carta ao coordenador da transição do atual governo, presidente do Conselho de Administração da Petrobrás e ministro da Casa Civil, Pedro Parente, pedindo o adiamento da licitação para a construção das plataformas P-51 e P-52. A governadora quer uma ?discussão mais aprofundada sobre critérios de conteúdo nacional? na contratação.A correspondência, datada do dia 29 de outubro, lembra que os contratos para a construção das plataformas só serão assinados em 2003. Cópias da carta foram enviadas também ao coordenador da transição do próximo governo federal, Antônio Palocci, e para a coordenadora da transição do PT na área de energia, Dilma Roussef. O ex-secretário de Energia, Indústria Naval e Petróleo no governo Garotinho e responsável pela área na transição estadual, Wagner Victer, diz que a governadora eleita pretende cobrar 18% de ICMS na entrada das plataformas caso elas não sejam feitas no Brasil. ?A lei para isso existe e a posição da governadora é de que lei é para ser cumprida?, disse Victer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.