Rossi: África do Sul readmite carne suína do Brasil

O ministro da Agricultura, Wagner Rossi, anunciou hoje que a África do Sul reabriu o mercado para a carne suína do Brasil. Segundo ele, as últimas negociações ocorreram semana passada, no dia 24 de junho, em Pretória.

AYR ALISKI, Agencia Estado

29 de junho de 2011 | 12h38

O Ministério da Agricultura brasileiro informa que, para que os embarques sejam efetivamente retomados, o governo sul-africano irá oficializar em breve a decisão e enviar um modelo de certificado sanitário internacional para as autoridades brasileiras. O documento vai indicar os critérios para a compra pelos sul-africanos da carne brasileira.

O Brasil já exporta carne bovina e de frango para o país. "A África do Sul é um mercado promissor de algo em torno de US$ 40 milhões a US$ 50 milhões por ano", disse Rossi. No ano passado, o Brasil exportou US$ 451,7 milhões em produtos agropecuários para a África do Sul. A carne de frango foi o principal item da pauta, gerando receita de US$ 161,4 milhões em exportações para o país africano em 2010.

O Ministério da Agricultura ressalta que o governo está em entendimento avançado com a Coreia do Sul e o Japão para também desbloquear com esses países o comércio para a carne suína brasileira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.