Royak Bank of Scotland aceita ajuda de 20 bilhões de libras

Barclays vai recorrer a seus acionistas para ampliar seu capital em 6,5 bilhões de libras

Efe,

13 de outubro de 2008 | 04h28

O Royal Bank of Scotland (RBS) aceitou a ajuda do governo britânico para aumentar sua liquidez em 20 bilhões de libras (25.205 milhões de euros). Enquanto isso, o Barclays finalmente recorrerá a seus acionistas para ampliar seu capital em 6,5 bilhões de libras (8,188 bilhões). Bolsas da Ásia operam com cautela após resgate de bancosSantander negocia compra do grupo bancário SovereignEuropa vai garantir dívidas bancárias por até 5 anosReino Unido vai resgatar seus 4 maiores bancos, diz jornal FMI apóia ajuda a bancos e pede ações 'audaciosas' Bolsa cai 20% em semana de pânico Como o mundo reage à crise Confira as medidas já anunciadas pelo BC contra a criseEntenda a disparada do dólar e seus efeitosEspecialistas dão dicas de como agir no meio da crise A cronologia da crise financeira  Como parte do plano de resgate, o RBS anunciou também a demissão de seu executivo-chefe, Fred Goodwin, que será substituído por Stephen Hester, atual executivo-chefe da gerente imobiliária British Land e ex-diretor financeiro e de operações do Abbey, comunicaram nesta segunda-feira ambos os bancos ao regulador da Bolsa de Valores de Londres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.