Royalties ajudam no superávit

Ainda que a exploração do petróleo do pré-sal proporcionasse ao governo uma enxurrada de dinheiro, é bem possível que os programas financiados com esses recursos demorassem a deslanchar. Hoje, o governo já não consegue investir todo o dinheiro que o petróleo lhe proporciona.

Lu Aiko Otta, O Estadao de S.Paulo

10 de setembro de 2009 | 00h00

Este ano, por exemplo, a receita com royalties sobre a exploração de óleo será de R$ 10,168 bilhões. Desses, o governo pretende usar só 21,28%. O resto irá compor o chamado superávit primário (poupança de recursos para pagar a dívida pública)

A necessidade de atingir o superávit é um empecilho a que o governo utilize os royalties para as fins previstos em lei: equipamento da Marinha, preservação ambiental e investimentos em ciência e tecnologia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.