Rubin deixa conselho do Citi

O ex-secretário do Tesouro dos Estados Unidos Robert Rubin renunciou ao cargo de conselheiro sênior do Citigroup. Rubin, que participou da equipe de transição do presidente eleito dos EUA, Barack Obama, continua como diretor do banco até que termine a vigência do contrato. A saída do executivo, segundo analistas, deve facilitar a decisão da instituição financeira de vender parte da sua divisão de corretagem, a Smith Barney, ao Morgan Stanley. O negócio daria fôlego de caixa importante ao banco. Outra possibilidade é que o Citi pegue carona na saída de Rubin e continue a reestruturação dos cargos executivos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.