Rumores indicam saída de presidente do BC argentino

Existem rumores de que o presidente do Banco Central argentino, Roque Maccarone, deixará o cargo nos próximos dias. O ministro de Economia, Jorge Remes Lenicov, pediu a Maccarone que permaneça na presidência do BC. Porém, pelos corredores do Banco Central, circulam versões de que ele já tomou a decisão que deverá ser anunciada em breve. Maccarone vem sofrendo um grande desgaste com banqueiros e alguns políticos, dentre eles, os governadores, em torno da criação do Fundo de Liquidez Bancária para evitar a quebra de instituições oficiais e foi duramente criticado pelos bancos internacionais, que querem o mesmo tratamento.O Fundo é formado por contribuições dos grandes bancos para sustentar algumas pequenas entidades em dificuldades. Ele é acusado de salvar uns bancos, colocando outros em risco. Roque Maccarone também foi contra a desvalorização.As apostas sobre o substituto de Maccarrone já estão sendo feitas. Os nomes que mais têm sido ventilados são o do economista Orlando Ferreres, que já foi vice-ministro de Economia, e o do atual vice-presidente da entidade, Mario Blejer. A partir da mudança da carta orgânica do Banco Central, este passará a ser prestamista de última instância, emitindo moeda para tapar a falta de liquidez daquelas entidades com maiores problemas de solvência.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.