Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Rússia desiste de entrar na OMC junto com países vizinhos

Governo russo renuncia à promessa de ingressar no órgão associado ao Casaquistão e Bielo-Rússia

Suzi Katzumata, da Agência Estado,

16 de outubro de 2009 | 15h09

A Rússia e seus parceiros comerciais vão se juntar à Organização Mundial do Comércio (OMC) de forma separada, disse o negociador-chefe comercial russo, Maxim Medvedkov, com Moscou renunciando uma promessa anterior de entrar no órgão junto com as vizinhas Bielo-Rússia e Casaquistão.

 

Em junho, o primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, surpreendeu o ocidente ao dizer que seu país interromperia seu processo de entrada a OMC, que já dura 16 anos, e que buscaria uma associação como uma união aduaneira com as ex-repúblicas soviéticas da Bielo-Rússia e do Casaquistão.

 

"Uma delegação da união aduaneira informou os membros da OMC que eles vão continuar a adesão de direito (legalmente) como países soberanos", disse Medvedkov.

 

Em comentários divulgados pelo Ministério Econômico, Medvedkov disse que se juntar à OMC como uma união aduaneira conduziria a "sérios problemas legais e de procedimentos e poderia obstruir de forma considerável a conclusão das negociações".

 

A decisão da Rússia de junho para se unir através de um bloco foi visto no ocidente como uma forma de tornar o processo de adesão ainda mais difícil. Contudo, no mês passado, em meio a melhora geral nas relações com Moscou, Washington disse que estava ansiosa pela entrada da Rússia na OMC e prometeu "apoio construtivo" em direção a esse objetivo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaOMCBielo-RússiaCasaquistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.