Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Rússia deve habilitar frigoríficos no RS e MT

O veterinário russo Andrey Medvedev, que visitou frigoríficos localizados em três Estados entre os dias 21 e 26 de setembro, encaminhou uma lista de novas empresas que podem ser habilitadas para venda de carne suína e bovina para a Rússia, informou uma fonte do governo em Brasília. Os abatedouros estão localizados em pelo menos dois Estados: Rio Grande do Sul e Mato Grosso. Medvedev também esteve em Rondônia.O diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa), Nelmon Oliveira, disse que o Ministério da Agricultura ainda não foi informado oficialmente sobre a possibilidade de habilitação de novas plantas. "As notificações por parte da Rússia demoram a chegar e são feitas, normalmente, primeiro às embaixadas e às empresas exportadoras", disse.Medvedev trabalha na liberação de cargas no porto de Itajaí, em Santa Catarina, e foi autorizado pelo Serviço Veterinário da Rússia a habilitar novos estabelecimentos exportadoras para venda para o mercado russo. É a primeira vez que a Rússia permite que um veterinário que trabalha no Brasil analise os procedimentos adotados pelas empresas exportadoras. No Rio Grande do Sul, o técnico inspecionou oito estabelecimentos nos municípios de Encantado, Rio Pardo, Capão do Leão, Bagé, Alegrete, São Luiz Gonzaga e Sarandi. Em Mato Grosso, o russo visitou cinco frigoríficos localizados nos municípios de Pedra Preta, Paranatinga, Tangará da Serra, Cáceres e Araputanga. Em Rondônia, vistoriou dois estabelecimentos exportadores localizados em Vilhena e Rolim de Moura. Em 2005, o Brasil vendeu US$ 1,607 bilhão em carnes para a Rússia.

Agencia Estado,

02 de outubro de 2006 | 16h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.