Rússia deve ter cuidado no uso de reservas, diz ministro

A Rússia deve ter cuidado em usar suas reservas internacionais para combater os efeitos da crise econômica global, disse o ministro das Finanças, Alexei Kudrin, a outros ministros de Finanças de países da ex-União Soviética nesta terça-feira. "As reservas de ouro e câmbio caíram em 50 bilhões de dólares", disse Kudrin. "Nós precisamos tomar cuidado em quando usamos esse recurso de estabilidade." O Ministério de Finanças vai se afastar do refinanciamento dos bancos, deixando esse papel para o novo sistema de leilões de empréstimo sem garantia do banco central, que começou na segunda-feira, afirmou. "Um grande e novo instituto foi lançado ontem", afirmou referindo-se aos leilões. Ele disse aos chefes de Finanças da Comunidade dos Estados Independentes (CEI), um grupo de repúblicas livres ex-soviéticas, que eles podem ser afetados por uma desaceleração do setor de construção russo, que emprega imigrantes de toda a região. "O setor está superaquecido e vai sofrer um declínio na demanda e muitos daqueles que acabaram de começar seus projetos já sentiram isso", afirmou. (Reportagem de Gleb Bryanski)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.