Rússia deve voltar a comprar carne da Europa

O governo russo aceitou reverter a decisão de suspender as importações de carne da União Européia (UE). A informação foi divulgada pelo porta-voz da UE, Reijo Kemppinen. No entanto, disse, não ficou claro quando a medida passa a vigorar. O acordo foi fechado durante uma conversa telefônica entre Romano Prodi, presidente da Comissão Européia, e o primeiro-ministro russo, Mikhail Fradkov, ontem à noite. "Estamos esperando as autoridades russas reabrirem as fronteiras do país novamente para nosso produtos, sem quaisquer restrições", disse o porta-voz.O Ministério de Agricultura da Rússia determinou a suspensão das importações de carne da União Européia (UE) por conta de um impasse envolvendo a padronização dos certificados veterinários nos países que formam a UE. Cada país europeu tem um certificado diferente e a Rússia quer um único documento para todos. Esperava-se um acordo para 1º de maio, prazo que foi prorrogado para 1º de junho, mas não houve consenso. Um novo prazo foi marcado para setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.