Rússia e mais 7 países criam zona de livre comércio

O primeiro ministro da Rússia, Valdimir Putin considera que a nova zona 'não contradiz as normas da Organização Mundial do Comércio (OMC)'

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

18 de outubro de 2011 | 21h50

A Rússia, a Ucrânia e mais seis antigos integrantes da extinta União Soviética assinaram hoje um acordo para a criação de uma zona de livre comércio.

Além de Rússia e Ucrânia, a nova zona de livre comércio inclui Armênia, Bielo-Rússia, Casaquistão, Moldávia, Quirguistão e Tajiquistão, que deve entrar em vigor em 1º de janeiro de 2012.

"A criação desta zona não contradiz as normas da Organização Mundial do Comércio (OMC)", declarou o primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, em entrevista coletiva concedida hoje, depois da assinatura do acordo pelos chefes de governo das oito nações envolvidas.

A assinatura ocorreu depois de a União Europeia (UE) ter adiado uma reunião com o presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovich, depois de ele ter rechaçado a pressão de capitais ocidentais para que a justiça de seu país liberte a ex-primeira-ministra, Yulia Tymoshenko, acusada de fraude em um contrato de gás com a Rússia. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússialivre comércio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.