Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Rússia embarga soja da Ucrânia e avalia restrições a frango dos EUA

A Rússia já anunciou severos embargos sobre importações de alimentos depois das sanções ocidentais a Moscou por apoio aos rebeldes na Ucrânia

REUTERS

31 de julho de 2014 | 14h04

A Rússia embargou as importações de soja da Ucrânia e pode impor restrições a frutas da Grécia e frango dos Estados Unidos na próxima semana, disseram agências de notícias russas nesta quinta-feira, no que poderiam ser respostas às novas sanções ocidentais.

A Rússia já anunciou severos embargos sobre importações de alimentos depois das sanções ocidentais a Moscou por apoio aos rebeldes na Ucrânia.

O país decidiu suspender importações de soja, farelo de soja e sementes de girassol da Ucrânia a partir de 1º de agosto, devido a uma quebra em requisitos fitossanitários, informou a Interfax, citando o órgão veterinário de vigilância fitossanitária da Rússia.

A Ucrânia exportou 1,2 milhão de toneladas de soja em 2013, das quais 141 mil toneladas foram para a Rússia, de acordo com dados da consultoria Ukragroconsult. A Rússia havia, anteriormente, embargado fornecimentos de lácteos e sucos pela Ucrânia em 29 de julho.

O serviço sanitário russo deve impor restrições à importação de frutas da Grécia na próxima semana, disse a agência de notícias RIA, citando a agência de vigilância.

As importações de carne de frango dos EUA podem ser suspensas devido a sinais de uso de alguns antibióticos, de acordo com as agências russas.

A restrição à carne de frango dos EUA pode começar na próxima semana, disse a Interfax. A Rússia importou 71 milhões de dólares em carne de frango dos EUA entre janeiro e abril, segundo a Interfax.

O serviço sanitário russo não estava imediatamente disponível para comentar.

(Reportagem Polina Devitt; reportagem adicional de Angeliki Koutantou em Atenas e Pavel Polityuk em Kiev)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSRUSSIAEMBARGOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.