Rússia libera compra de carne de outros três Estados

O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, confirmou hoje a liberação pela Rússia, a partir de dezembro, das importações de carnes bovina e suínas do sul do Pará, Amazonas e Paraná. Mais cedo, o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Inácio Kroetz, já havia informado a liberação das importações provenientes de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Santa Catarina, Goiás e São Paulo. As vendas para o mercado russo a partir destas origens estavam suspensas desde 1º de dezembro de 2005, quando foram diagnosticados focos de febre de aftosa no Mato Grosso do Sul e no Paraná.De acordo com Stephanes, o fim do embargo mostrará a outros países importadores que o Brasil resolveu seus problemas sanitários. Ele afirmou que desde o embargo houve crescimento nas vendas de carne do Brasil para a Rússia, porque o mercado russo tem comprado o produto brasileiro por meio de outros fornecedores. "O fim do embargo favorece nossa condição no mercado externo", disse o ministro. A Rússia absorve cerca de 15% das exportações de carne bovina do Brasil e 70% das carnes suínas. Os 27 países da União Européia absorvem 18% da carne bovina exportada pelo Brasil.

FABÍOLA SALVADOR, Agencia Estado

23 de novembro de 2007 | 17h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.