coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Rússia libera embarque de carne pelo PR

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Inácio Kroetz, recebeu hoje, em Berlim, comunicado oficial do serviço veterinário da Federação da Rússia que informa a liberação do porto de Ponta do Félix, em Antonina (PR), para exportar carnes in natura para o país. Desde maio deste ano, a Rússia havia proibido a exportação, via Porto de Antonina, de cargas com embarque convencional (sem a utilização de contêineres) - única maneira que o porto opera. Antes da proibição, aproximadamente 90% das exportações provenientes do terminal portuário em Antonina eram destinadas à Rússia. A reabertura irá facilitar o escoamento de produtos dos Estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste habilitados a exportar carnes àquele país, avaliou o secretário em nota distribuída pela assessoria de imprensa do Ministério da Agricultura.O comunicado do governo russo também reabilita sete frigoríficos brasileiros - localizados em Mato Grosso (4), São Paulo (2) e Tocantins (1) - a exportar carne para a Federação da Rússia. Em recente visita ao Brasil, finalizada no dia 25 de setembro, técnicos russos verificaram que as medidas tomadas pelo governo brasileiro para erradicação da febre aftosa no Paraná já permitem a liberação dos embarques. Para Kroetz, a decisão "reflete o reconhecimento da Rússia de que o Paraná não constitui risco em relação à febre aftosa".

FABÍOLA SALVADOR, Agencia Estado

19 de outubro de 2007 | 18h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.