Rússia planeja cortar plano de financiamento

A Rússia planeja reduzir seu plano de financiamento doméstico quase pela metade neste ano diante de indicações de que terá um superávit orçamentário, afirmou hoje o ministro de Finanças do país, Anton Siluanov.

Agencia Estado

19 de maio de 2014 | 11h49

Segundo o ministro, o orçamento russo poderá ter um superávit equivalente a 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2014. O plano orçamentário anterior indicava que o país registraria um déficit de 1% do PIB.

Diante disso, Siluanov disse que seu ministério planeja diminuir o plano de financiamento a 435 bilhões de rublos (US$ 12,49 bilhões), de 800 bilhões de rublos originalmente.

A economia da Rússia foi afetada por uma série de sanções impostas pelos EUA e União Europeia, em retaliação ao apoio de Moscou a movimentos separatistas no sul e leste da Ucrânia. A crise na região levou o rublo a atingir mínimas históricas em março, impulsionando as receitas com exportações de petróleo gás, que respondem por cerca de metade da receita total. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússiafinanciamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.