Rússia pode sofrer contração este ano, diz BERD

A economia russa pode contrair este ano, afirmou o economista-chefe do Banco Europeu para Reconstrução e Desenvolvimento (BERD), Erik Berglof. Segundo ele, o aumento das sanções à Rússia por sua interferência na Ucrânia pode atingir também outras economias do Leste Europeu.

AE, Agencia Estado

14 de maio de 2014 | 12h36

"Eu não ficaria surpreso se o crescimento da Rússia ficar abaixo de zero", disse Berglof. "As sanções mais prejudiciais são aquelas que afetam o lado do crédito do sistema financeiro. A antecipação disso está tendo impacto agora. O que nos preocupa é a possibilidade de escalada das sanções."

O economista também afirmou que é improvável que a dívida pública da Ucrânia ultrapasse 60% do Produto Interno Bruto (PIB), levando a um default. "Acreditamos que o programa do FMI será suficiente", disse ele. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússiaeconomiacrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.