Rússia prevê crescimento da economia em 1,6% em 2010

Governo russo enxerga grande potencial de crescimentos nos próximos anos com aumento do crédito bancário

Efe,

23 de setembro de 2009 | 11h40

O Produto Interno Bruto (PIB) russo crescerá 1,6% em 2010 e continuará crescendo a um ritmo mais acelerado nos dois anos seguintes, segundo as previsões governamentais aprovadas nesta quarta-feira, 23, em reunião do Gabinete de Ministros da Rússia.

 

"Há um grande potencial de crescimento, que se manifestará não em 2010, mas em 2011-2012, e que está vinculado ao aumento dos investimentos e do crédito bancário", disse, ao final da reunião, o vice-ministro da Economia russo, Andrei Klepach, citado pela agência "Interfax".

 

Acrescentou que precisamente a contração dos investimentos e do crédito é o principal problema enfrentado pela Rússia, que este ano apresentará um crescimento negativo de mais de 8%.

 

"Se não aumentar o crédito bancário, não teremos um crescimento sustentado nos setores da construção, maquinaria, energia e agricultura", advertiu.

 

Segundo as previsões governamentais, em 2011, o PIB do país crescerá 3%, e em 2012, 4,3%.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaPIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.