Rússia reduz juro pela 13ª vez, para 8%

Redução foi de 0,25 ponto porcentual; em 12 meses, taxa tem corte acumulado em 5 pontos porcentuais

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

29 de abril de 2010 | 08h45

O banco central da Rússia cortou suas principais taxas de juro pela 13ª vez desde abril de 2009, talvez a última redução do ciclo de um ano de flexibilização monetária. O BC reduziu sua principal taxa de refinanciamento em 0,25 ponto porcentual para 8%, trazendo o corte acumulado no período de 12 meses para 5 pontos porcentuais. O corte entra em vigor em 30 de abril.

 

Embora os principais indicadores macroeconômicos tenham dado sinais de melhora, "de modo geral, o processo de recuperação econômica permanece instável e a necessidade de apoio à demanda doméstica continua", disse o banco.

 

O corte do juro também pretende estimular o empréstimo bancário, disse o banco central, acrescentando que a alta de março no nível dos empréstimos foi "insignificante".

 

A Rússia cortou a taxa de juro em 5 pontos porcentuais no ano passado.

 

Espera-se retomada da inflação decorrente dos gastos sociais previstos em orçamento, os quais o governo acelerou este ano. Os gastos podem aumentar no segundo semestre, disse um estrategista. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússiajurocorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.